20 Photos That Will Inspire You To Visit Rio de Janeiro

Este ano que passou, eu passei o Natal e o Revellion no Brasil e fiquei apaixonada pelo Rio de Janeiro. Atrevo-me até a dizer que foi a cidade mais linda já visitei. Fiquei fascinada logo no aeroporto quando olhei em volta e vi todas aquelas montanhas verdejantes em volta.

I spend my last Christmas and Revellion in Brazil last year and I really fell in love with Rio de Janeiro! I guess that is the most beautiful city I had been visited, I was fascinated when I get out of the airplane and wonder that mountain around.DSC_0812

Continue reading “20 Photos That Will Inspire You To Visit Rio de Janeiro”

Road Trip: Croácia #1

Cidades que são verdadeiros museus, praias maravilhosas nas quais não há areia e parques naturais incríveis

Este verão eu e o meu namorado fizemos uma viagem diferente de todas as que tinhamos feito até agora. Decidimos ir estrada a fora até à Croácia e foi uma experiência fantástica. As fotografias que tirei não conseguem mostrar, mas as viagens de carro pelas montanhas do litoral da croácia são momentos espetaculares de se viver. 
A Croácia é um destino muito interessante mesmo que se vá de avião. Não há falta do que ver ou do que fazer. Visitámos imensas cidades, praias, ilhas e dois parques naturais.
A primeira cidade que visitamos foi Pula, que como quase todas as outras preserva construções muito antigas na zona velha. O coliseu é o ponto alto da cidade, muito mais bem conservado que o de Roma. A cidade é muito animada, não falam sitio super engraçados para se comer e beber e lojinhas típicas, tudo isto rodeado por edifícios antigos que nos fazem imaginar que regressamos um bons séculos atrás.
Quanto á praia, fiquei desiludida por corrermos tudo a procura de uma praia boa para relaxar e não encontrarmos, mas a água é do género das Caraíbas, super limpa, super transparente, super azul. Acabamos por nos habituar á praia de pedrinhas, o lado positivo é que nunca estávamos sujos de areia, uma coisa que confesso que me irrita um bocadinho na praia.

Daqui partimos para Rijeka, onde estava a chover. Esta cidade fez-me lembrar Coimbra. É bastante diferente da anterior e das próximas.  Já não tem as ruas estreitas rodeadas de edifícios antigos, tem avenidas largas com lojas com as típicas lojas que existem por toda a Europa.
Gostei bastante também. Foi o local menos turístico que visitamos e eu gosto de sítios com poucos turistas, parece mais real…

MOÇAMBIQUE #2

Este paraíso na costa oriental africana ficará para sempre na minha memória. Estive uma semana em agosto de 2016, o ano passado, e como disse no post anterior tive praia privada sem pedir para tal. Aliás, não tive apenas uma praia, tive em várias praias desertas, porque visitei também ilhas e outras praias mais distantes do hotel.

Vilankulo é uma pequena vila da província de Inhambane em Moçambique. As praias são maravilhosas como na Tailândia (areia branca, águas turquesa, com aquela água turquesa típica do oceano Índico) mas sem aquelas multidões de turistas a estragar o ambiente relaxante a o desfrutar da natureza. Quando estive na Tailândia achei que as praias eram maravilhosas, gostei muito, mas depois de ir a vilakulos esqueci totalmente a ideia de a Tailândia ter  sido o sitio em que estive com as praias mais maravilhosas.
Estas praias são selvagens, quase sem construções em volta. As ilhas que visitamos do arquipélago de Bazaruto são zonas protegida, o que fazia com que fossem melhores ainda, pois em alguma mais pequenas não se via qualquer registo de atividade humana. E nem uma pedrinha o guarda nos deixou levar de uma das ilhas que visitamos.

O arquipélago de Bazaruto é composto por cinco ilhas arenosas: Bazaruto, a maior, que até tem um resort; Benguerra, que tem também um resort; Magaruque, onde ia morrendo a fazer snorkeling;  Bangue e a Ilha de Santa Carolina. Em dois dias foi possível visitá-las todas porque ficam muito perto de Vilankulo.

O hotel em que ficamos também era maravilhoso, dentro dos cerca de 10 que haviam escolhemos o Casa Rex, tinha uma vista fantástica para o mar, um espaço muito agradável. Comemos lá quase todas as refeições, porque na vila haviam muito poucas opções, tudo maravilho.

Foi uma semana maravilhosa que passei com o meu namorado. É uma experiência incrível que recomendo, sobretudo porque não está muito dentro das rotas turísticas ainda, o que torna o local super relaxante, ideal para apreciar a natureza sem multidões.

MOÇAMBIQUE #1

O ano passado em agosto viajei para um país fantástico em África, que me apaixonou completamente pelo continente. Não sei explicar exatamente porquê, se foi o céu de lá, o oceano imenso, as paisagens maravilhosas, atitude dos habitantes e a sua relação com a natureza.. Creio que foram várias coisas. A comida também era maravilhosa.

Bem, se querem viajar para África, eu super recomendo Moçambique por diversas razões.

  • A primeira é que é um local fantástico para quem gosta de praias paradisíacas. Quem procura praias desertas vai encontrar. Farei um post sobre Vilankulo, o local onde estive uma semana na praia. A água é mais limpa que nas Caraíbas e sem aquelas multidões de turistas. 
  • É África subsariana, ou seja, Africa pura, apesar da aculturação ser muita, como é obvio, teve sob o domínio dos portugueses, ainda há muito da cultura original que é mais difícil de ver outros locais. Quem procura conhecer mesmo África é um bom local para visitar.
  • A comida é fantástica. Eu fiquei super fã de caranguejo, algo que nunca tinha comido, e realmente só comi lá. A fruta tropical quando é comida no local também é deliciosa, tal como noutros destinos tropicais. A comida típica tem influências asiáticas, sobretudo da indianas.
  • As pessoas são super simpáticas, embora nem todos falem português. Tem uma relação com o mundo diferente de nós, que somos motivados sobretudo pelo consumismo, algo que lamento mas continuou a ser. Enfim, estas questões sociais filosóficas são complicadas, mas gostei mesmo da alegria com que vivem e o modo como encaram a vida. 
  • É um destino realmente inspirador